Menu
REINALDO, O PRÍNCIPE DO PAGODE
Reinaldo, o Príncipe do Pagode, cantor e compositor, nasceu no Rio de Janeiro. Era frequentador da Em Cima da Hora, escola de samba do bairro. Criou o grupo "O Samba Nosso de Cada Dia", até que começou a acompanhar gente de peso no samba, como Dona Ivone Lara, João Nogueira e Roberto Ribeiro. Paralelo à música, Reinaldo era bancário. Em 1982 abandonou o emprego e se mudou para São Paulo, onde em 1986 gravou seu primeiro disco: "Retrato Cantado de um Amor" (1986), e se tornou conhecido no Brasil inteiro. O apelido veio por acaso: um dia, um locutor do RJ que costumava apelidar os artistas que anunciava, ao anunciá-lo, disse: "Reinaldo, O Príncipe do Pagode".


LECI BRANDÃO
Leci Brandão, sambista de grande carreira musical na arte do Samba, cantora de renome musical com participação de vários artistas. Começou sua carreira no início da década de 1970, tornando-se a primeira mulher a participar da ala de compositores da Mangueira. Ao longo de sua carreira, Leci gravou 13 LP's, 8 CD's, 2 DVD's e 3 compactos, um total de 26 obras. Leci também atuou na telenovela Xica da Silva como a líder quilombola Severina. Escrita por Walcyr Carrasco e dirigida por Walter Avancini, a telenovela foi exibida pela TV Manchete entre 1996 e 1997.


CHRIGOR LISBOA
Chrigor foi vocalista do grupo Exaltasamba de 1993 até o último bimestre de 2002.
Em novembro de 2013, junto com Márcio Art (ex-Art Popular) e Salgadinho (ex-Katinguelê) formaram o trio "Amigos do Pagode 90".
Em 2015 junto com Péricles e Thiaguinho, se apresentou na turnê de shows "A Gente Faz A Festa".
Hoje segue em carreira solo de sucesso e faz shows por todo o Brasil.


FUNDO DE QUINTAL
Formado no final da década de 70, surgiu a partir do bloco carnavalesco Cacique de Ramos, tornando-se uma referência no samba brasileiro. O grupo se destacou por usar instrumentos até então pouco comuns em rodas de samba, como o banjo, o tantã e o repique de mão. Inicialmente era composto por Almir Guineto, Bira Presidente, Jorge Aragão, Neoci, Sereno, Sombrinha e Ubirany. Tendo como madrinha a cantora Beth Carvalho, gravaram vários álbuns, alguns disco de Ouro e Platina. Atualmente o Fundo de Quintal é composto por Ademir Batera, Ronaldinho, Sereno, Bira Presidente, Ubirany e Márcio Alexandre, e segue com grande sucesso no Brasil e no exterior.

ROYCE DO CAVACO
É cantor, compositor e cavaquinista, considerado um dos maiores intérpretes de sambas-enredo da atualidade. Atualmente é o intérprete oficial da Rosas de Ouro, tendo passado pela Águia de Ouro, X-9 Paulistana, Nenê de Vila Matilde, Acadêmicos do Tatuapé e Tom Maior. Fora do carnaval Royce tem um estilo inconfundível e possui em seu trabalho a influência do samba carioca, sem perder a tradição de sua terra. Seu maior sucesso é a música "Frente a Frente", que ficou seis meses nas primeiras colocações das rádios na década de 90. Hoje segue fazendo shows por todo o Brasil, que canta seus sucessos e aplaude sua bela voz, nos palcos, dentro e fora do carnaval.

EVANDRO (ART POPULAR)
Evandro toca repique de mão e é um dos fundadores do grupo Art Popular. Após tocar em bares de SP por 8 anos, o Art Popular lançou em 94 seu primeiro álbum "Canto da Razão" pela Kaskata's. Este álbum foi o mais vendido da gravadora naquele ano, trazendo grandes sucessos, como "Canto da Razão" e "Utopia". Devido à identificação com o som dos meninos, o produtor Jorge Hamilton os levou para a gravadora EMI. De lá vieram outros hits como "Valeu Demais", "Bom-Bocado" e "Iraê", o que rendeu ao grupo discos de ouro e platina. Muitos sucessos vieram e permanecem até os dias atuais. Evandro segue com o grupo Art Popular em uma carreira plena, com shows sempre lotados.

DÉLCIO LUIZ
Cantor nascido no RJ, considerado o principal compositor de Samba/Pagode do Brasil, e responsável por enorme parte dos sucessos do Exaltasamba, Sensação, Só Pra Contrariar, Os Travessos, Thiaguinho, Molejo, além das principais faixas do grupo Kiloucura e dos hits da década de 90. Délcio integrou por 8 anos o grupo Raça, tradicional grupo de samba/pagode, com sucessos que não saem da memória e do coração. Délcio também criou o grupo Kiloucura, onde esteve até o ano 2000; considerado o ponto alto da sua carreira, onde vendeu milhões de cópias. Atualmente em carreira solo, já viajou para Alemanha e Itália com seus shows, e segue com o sucesso e talento de sempre.


A sua rádio ontem, hoje e sempre!

Tenha também o seu site. É grátis!